Início

O estado na Bahia apresenta parte de seu território na região semiárida brasileira. Em 2012, a Bahia passou por uma das maiores secas dos últimos anos. Além de conviver com a escassez de recursos hídricos, a região de Jequié sofre com a perda da qualidade da água de seus rios e represas devido ao mau uso deste importante recurso.

Este curso tem como objetivo difundir entre estudantes e profissionais que atuam na área ambiental bem como professores de Ciências e Biologia os problemas que os principais rios e represas da região de Jequié vêm sofrendo com a poluição e como o monitoramento utilizando indicadores biológicos pode auxiliar na questão do gerenciamento dos recursos hídricos.

Serão abordados temas como a estrutura e o funcionamento de rios e represas, as comunidades biológicas que vivem nesse ambiente e como estas podem ser utilizadas como bioindicadores de impactos ambientais. Especificamente utilizaremos os macroinvertebrados bentônicos como indicadores de qualidade de água através de coleta , identificação taxonômica e posteriormente aplicação de índices. Biológicos utilizados para essa comunidade.